» » Oxandrolona – Bula, Efeitos e Como Tomar

Oxandrolona – Bula, Efeitos e Como Tomar

..

A oxandrolona ou Anavar é um esteroide anabolizante fraco, mais eficiente para dar força e definição. A oxandrolona não causa retenção de líquidos e seus efeitos colaterais são mais fracos que os de outros esteroides anabolizantes conhecidos, por isso também é muito utilizado por mulheres.

A oxandrolona pode auxiliar no emagrecimento indiretamente, já que os músculos influenciam no metabolismo basal. A droga não é muito tóxica ao fígado, por ser um esteroide oral mais suave nesse quesito. Os ganhos provocados pela oxandrolona são sólidos e quanto mais sólido são os ganhos, mais fácil de mantê-lo.

Ela possui um baixo impacto no eixo HPT, não suprimindo-o totalmente, principalmente em baixas doses, o que pode ser atribuído, também, ao fato da oxandrolona possuir poucas probabilidades de aromatizar.

Originalmente, a oxandrolona foi desenvolvida para ajudar as pessoas a recuperar e manter a massa muscular diante de condições como anemia, infecções, cirurgias, doenças autoimunes e até AIDS, e também para tratar infertilidade.

Quais são os efeitos da oxandrolona?

A oxandrolona pode ser chamada de um esteroide fat-burner em relação à queima de gordura. A gordura visceral e abdominal diminuiu em um estudo onde os pacientes com os níveis normais de testosterona usaram oxandrolona. Em outro estudo, a gordura total, torácica e apendicular foram reduzidas com uma dosagem baixa da droga (20mg/dia), sem a prática de exercício físico.

Além disso os ganhos parecem ser sólidos e permanentes. Pode não ser muito, porém a chance de manter tudo é muito grande. Em um estudo os pacientes mantiveram seus ganhos da oxandrolona por, no mínimo, seis meses após o final do uso.

Concomitantemente, em outro estudo doze semanas após o descontínuo do uso, 83% da perda de gordura total, torácica e de extremidades foi mantida. Assim, os ganhos de pesa e a perda de gordura costumam ser permanentes com o uso da oxandrolona.

Sendo todos os estudos realizados com homens mais velhos ou mais novos fica evidenciado que os efeitos da oxandrolona não são dependentes da idade. Se você mantém o protocolo “on-off” você pode perder muita gordura no período on e manter a maior parte durante o off.

Efeitos colaterais prováveis

Apesar de ser um esteroide mais fraco, usar oxandrolona para fins estéticos sem orientação e acompanhamento médico pode ser perigoso para a saúde, aumentando o risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como o AVC, desenvolvimento ósseo inadequado em adolescentes em fase de crescimento, pode levar à ruptura de tendões e ligamentos, provocar doenças no fígado, além de outros sintomas, como:

  • Enjoos e vômitos;
  • Dor de cabeça;
  • Diminuição de libido;
  • Queda de cabelo;
  • Inchaço no peito e ereções frequentes em homens;
  • Retenção de líquido (pouca probabilidade);
  • Aromatização e ginecomastia em homens;
  • Acne e oleosidade da pele;
  • Maior crescimento de pelos no rosto e no corpo, alterações no ciclo menstrual, rouquidão e voz grossa em mulheres.

Testosterona sérica, SHBG e LH são suprimidos levemente com baixas doses de oxandrolona, muito menos que com outros compostos. FSH, IGF-1 e GH não são suprimidos com baixas doses de oxandrolona. Ao contrário, sofrem um aumento significante, e o LH vai apresentar um efeito rebote quando o seu uso é interrompido.

Estando o seu eixo funcionando corretamente, a oxandrolona vai afetá-lo muito pouco e pode-se até manter os valores dentro dos padrões normais. Isso torna possível o seu uso com “bridge” entre ciclos (em baixas doses, como 10mg) ou, como mencionado antes, para ciclos de força/cutting em dosagens de 50-100mg.

Além disso a oxandrolona aumentou significantemente as concentrações de AR na musculatura esquelética sem alterar os níveis de IGF-1.

Como a droga é um esteroide oral composto por 17aa para sobreviver ao metabolismo de primeira passagem no fígado, mas é bem suave nesse quesito, também não apresenta efeitos hepatotóxicos muito sérios (colestase hepática, peliose hepática, hiperplasias e neoplasias) atribuídos aos compostos 17aa.

Como tomar oxandrolona – Ciclo de oxandrolona

Toma-se a oxandrolona por via oral ou injetável. Os comprimidos são consumidos duas ou quatro vezes por dia, ou na dose prescrita pelo médico. O consumo dos mesmos deve ser feito com alimentos ou leite para evitar as dores no estômago.

Recomenda-se que a ingestão seja feita por curtos períodos. O ciclo é feito com altas doses da droga para que os efeitos desejados surjam com mais eficácia, embora doses menores asseguram menos efeitos colaterais nocivos, principalmente em mulheres.

O ciclo de oxandrolona dura, geralmente, 10 semanas, e pode ser combinado com outros esteroides anabolizantes, como stanozolol, testosterona, trembolona e boldenona, todos por via oral. Para as mulheres, o mais indicado é utilizar a oxandrolona oral em conjunto com o stanozolol injetável ou mesmo nandrolona, mas nesse último caso, só para atletas mais experientes.

A dose indicada para homens é de 30 a 100 mg por dia de oxandrolona (8 a 12 comprimidos diários). Mulheres podem tomar de 10 a 30 mg (4 a 6 comprimidos). A virilização (desenvolvimento de características masculinas) não ocorre com esse composto, já que sua androgenicidade é muito baixa. A retenção hídrica também não é comum.

TPC – Terapia pós ciclo

Se necessários, a terapia pós ciclo é recomendada para homens após o ciclo de oxandrolona com Clomid ou Indux e Tamoxifeno.

Comprar oxandrolona – Preço

O preço da oxandrolona em comprimido pode variar de R$ 150,00 a R$ 400,00 para um frasco com 90 cápsulas de 30 mg cada uma. Alguns fabricantes são BTG, SPA e Originally Searle (1964).

Observações

A oxandrolona trata-se de um esteroide suave em todas as formas. Ele se liga bem ao receptor androgênico, porém doses muito altas são necessárias, não sendo sugeridas nunca doses menores que 20mg/dia.

De fato, a dosagem de 20-80mg/dia foi a necessária para compensar a perda em usuários aidéticos e para recuperar o peso de vítimas de queimaduras (as indicações iniciais da droga), então esse é a dosagem recomendada para esse composto.

A oxandrolona foi usada com sucesso em alguns estudos para tratar problemas cutâneos ou para melhorar a função respiratória. Essas propriedades a torna uma boa droga para boxeadores, lutadores e outros atletas.

Contraindicações

O uso de oxandrolona é contraindicado para:

  • Pessoas com diabetes;
  • Criança e idosos;
  • Gestantes e mulheres em fase de amamentação.

Atenção: Nossa missão com o site anabolizante.com.br é apenas a de informar seus leitores. Não recomendamos a compra, venda ou uso de esteroides anabolizantes.

Atualizado em: 06/01/2019 na categoria: Anabolizantes



..